Azambuja cobra do Governo Federal R$ 50 milhões de recursos atrasados

No penúltimo compromisso da extensa agenda em Brasília nesta terça-feira (13), o governador Reinaldo Azambuja se reuniu com o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, para pedir agilidade, por parte da União, no empenho e pagamento de obras em Mato Grosso do Sul, algumas delas já executadas com recursos próprios do Estado. No total, são cerca de R$ 50 milhões.

Segundo o governador, algumas obras já foram executadas com dinheiro do Governo do Estado, para que os projetos fossem concluídos o mais rápido possível para atender as necessidades da população. Citou como exemplos a pavimentação de duas importantes rodovias em Bonito.

“Pedimos agilidade nos empenhos das duas rodovias de Bonito, a Rodovia do Curê, que inclusive o Estado já terminou e precisamos empenhar o restante do Ministério do Turismo, que falta ainda R$ 4,6 milhões para ser empenhado e pago. Concluímos essa rodovia com recursos próprios do Estado e agora a gente precisa ser ressarcido pela União. O outro é o empenho para o pagamento da rodovia que leva à Gruta do Lago Azul”, comentou Reinaldo Azambuja.

O governador explicou ainda que existem as emendas ao orçamento da União que foram apresentadas pela bancada federal do Estado e que ainda não foram liberadas. “São emendas impositivas, obrigatórias”, explicou. Também houve a solicitação para que o ministro intervenha para dar agilidade na liberação de recursos para serviços executados em 2015, por conta a decretação de situação de emergência em vários municípios castigados pelas fortes chuvas. “Tivemos mais de 32 pontes que caíram e já reconstruímos mais de 100 e a União precisa nos pagar, executamos com recursos próprios”, disse ele.

Reinaldo Azambuja também cobrou rapidez do Governo Federal na liberação de verba federal para o Hospital Regional da Grande Dourados. “Ele (o ministro Carlos Marun) se mostrou muito solícito e tenho certeza que esses pleitos serão encaminhados”, concluiu o governador.