Em família: mãe e filho são presos com droga, arma e carros de luxo

Valter Natalino Machado de Sousa, 47 anos, Eralicia Machado de Sousa, 63 anos e Elizeu Alvarenga, 33 anos, foram presos na trade desta quarta-feira (05) no bairro Itamaracá, em Campo Grande, por associação criminosa, tráfico de drogas e receptação. A Polícia Civil foi acionada após uma denúncia anônima.

A denúncia apontou venda de droga no lava jato administrado por Valter. No local, investigadores encontraram 26.7 quilos de maconha, um Hyunday i30 que teria sido entregue a ele como pagamento por repasse de droga, além de um revólver calibre 38 carregado com uma munição.

Durante abordagem, o autor confessou que uma caminhonete Hilux roubada no último dia 25 em Rio verde estava guardada na casa do primo. O segundo suspeito também foi preso por receptação.

No bar da idosa foram localizados 400 pacotes de cigarros contrabandeados que eram vendidos no estabelecimento e a moto que tinha restrição de uso e que pertence a um preso. A mulher confessou que trazia os cigarros do país vizinho em pequenas quantidades para revender, mas negou envolvimento com a venda de drogas e o roubo dos veículos. Para a polícia, o filho dela, Valter, é o chefe do grupo.

O trio foi preso em flagrante e encaminhado para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), responsável pelo caso. Valter tem passagens pela polícia por tráfico, associação criminosa, violência doméstica e receptação. Já Elizeu tem o histórico de violência doméstica, associação criminosa e receptação.