Mistura de luta e treinamento funcional prepara Força Tática em Aquidauana

O Portal do Pantanal, especificamente as cidades de Aquidauana e Anastácio, contam com uma equipe diferenciada da Polícia Militar, a Força Tática, considerada a “Tropa de Elite” do 7º Batalhão de Polícia Militar, com equipes policiais que trabalham em conjunto com as guarnições de Radiopatrulhas, Trânsito e GETAM.

O treinamento também é diferenciado e, em seu efetivo, policiais altamente qualificados para atuarem em diversos tipos de ações, já que são especializados em cursos como: Ações Táticas Especiais, Patrulhamento Tático Motorizado e Controle de Distúrbios Civis. Os policiais são treinados para agir em ocorrências de alta complexidade. Durante os treinamentos, os militares são colocados em situações que simulam o máximo da realidade, e que futuramente possam ser enfrentadas pela tropa.

A preparação ocorre constantemente, não só em cursos especializados, mas também no dia-a-dia da tropa. Todas as sexta-feiras por exemplo, as equipes realizam treinamentos físicos e técnicos, e no último dia 08 de fevereiro, contaram com a instrução e apoio do professor de Muay Thai e militar do Exército Vinicius Toscano, em sua academia. Disciplinados, atentos e com excelente preparo físico, os policiais  saíram-se muito bem e aprimoraram algumas das mais eficazes técnicas de defesa pessoal, que certamente serão uteis no exercício de suas funções.

Está virando moda desobedecer às ordens policiais, resistir a abordagem e, como se não bastasse, ainda partir para cima dos agentes públicos com socos e pontapés. Este é o tipo de situação que o policial militar precisa estar preparado com defesa pessoal e técnicas de imobilização, por exemplo. Ao contrário do que a maioria das pessoas acham, nem toda ocorrência é resolvida no tiro. Muito pelo contrário, na maioria das vezes, o policial realiza a prisão usando a força física e instrumentos que têm menor probabilidade de causar a morte ou lesões graves no indivíduo resistente.

Como sabemos, a Força Tática costuma ser convocada para resolver as mais complexas ocorrências junto as outras equipes, quase sempre envolvendo enfrentamento direto. Por essa razão, o 7°BPM preocupa-se em qualificar ao máximo seus integrantes, o que justifica o bom desempenhos nas cidades vizinhas. A excelência no combate a criminalidade e a violência no Portal do Pantanal, fez com que o pelotão conquistasse o respeito e a admiração dos moradores. Por outro lado, a Força Tática tornou-se temida pelos bandidos que atuam nos diversos pontos da região.