Pediatra é preso no estacionamento de hospital acusado de pedofilia

Um pediatra foi preso acusado de produção e distribuição de pornografia infantil. Cerca de 800 imagens  e 70 vídeos foram encontrados em dois computadores do médico. Nelas, crianças entre 6 meses e 14 anos aparecem sendo abusadas.

Alguns desses arquivos foram produzidos dentro do Hospital Garrahan, na Argentina, onde o pediatra trabalha.

Ricardo Alberto Russo tem 55 anos e trabalha como chefe do serviço de imunologia e reumatologia. O médico foi preso no estacionamento do próprio hospital. Os equipamentos foram apreendidos e estão passando por perícia.