Gazeta Esportiva

Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, Alan Patrick comentou sobre o momento difícil vivido pelo Flamengo no Campeonato Brasileiro. Analisando o desempenho e o emocional do time, o meia procurou explicou explicar os fatores que levaram o time a sofrer seu último revés, dentro de casa, diante do Internacional, no último domingo.

“Todos temos responsabilidades. Contra o Inter tivemos muitas oportunidades e não fizemos, aí o adversário vai uma vez no gol e parece que está tudo errado. Não é dessa forma que eu vejo. Acho que faltou um pouquinho de tranquilidade para nós atacantes finalizarmos da melhor maneira”, afirmou Alan Patrick.

De olho no próximo confronto, contra o líder Corinthians, fora de casa, o atleta fez questão de elogiar o goleiro Cássio, e admitiu ter treinado cobranças de falta para tentar superar o gigante da meta do time paulista: “Goleiro de alto nível, e que mereceu a convocação mais recente, porque vem jogando bem há muito tempo. A gente treina durante a semana para fazer a cobrança bem”.

Perguntado sobre o reencontro que será o destaque da partida, entre Paolo Guerrero e o Corinthians, após o peruano ter feito história com a camisa alvinegra entre 2012 e 2015 e saído de maneira conturbada para o Rubro-Negro, Alan Patrick não espera hostilidade da torcida anfitriã com o atacante.

“Por tudo que ele fez no Corinthians, eu acho que ele deveria ter o respeito do torcedor corintiano, de reconhecer tudo que ele fez e não chegar lá e ser vaiado. Mas não sabemos o que vai acontecer. Só na hora do jogo que vamos saber. Espero que possa nos ajudar com a camisa do Flamengo”, opinou o jogador.

Ainda comentando sobre Guerrero, que não atravessa boa fase, o meia revelou que o camisa 9 é um jogador muito exigente consigo mesmo, e que a falta de gols o tem deixado ansioso nas partidas.

“Cara que se cobra muito e quando não faz gols é claro que fica ansioso, mas no momento certo, com tranquilidade e ele é um cara experiente, vai conseguir lidar com isso. No domingo espero que ele possa reencontrar os gols”, completou.

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo