Gazeta Esportiva/JB

Renato Augusto conversa com o Corinthians pela renovação de seu contrato com o clube, que expira no final do próximo ano. Há um encontro agendado entre dirigentes alvinegros e o empresário do atleta, Carlos Leite, para tratar a questão. Como não era difícil prever, um aumento salarial será exigido.

“Todo jogador gosta de ser valorizado. Comigo não é diferente. Isso vai ser conversado. Tomara que tudo seja resolvido e eu possa fazer a pré-temporada com tudo resolvido para fazer uma temporada ainda melhor”, afirmou o meio-campista.

“Toda negociação tem que ser boa para todos os lados. Se é boa só para o Corinthians, tem alguma coisa errada. Se é boa só para mim, tem alguma coisa errada. É achar o equilíbrio para todo o mundo ficar feliz”, acrescentou o jogador de 27 anos.

Renato está bastante valorizado por seu ótimo 2015. Apontado no mínimo como um dos dois melhores jogadores na iminente conquista do Campeonato Brasileiro, o carioca passou a ser chamado para a Seleção Brasileira e ouviu da diretoria que a intenção é mantê-lo por bastante tempo.

Para evitar o que se viu na frustrada negociação com Paolo Guerrero, os dirigentes preferiram não esperar o início de 2016. A ideia é fechar um novo acordo até dezembro, com duração até o fim de 2018 ou 2019. E o clube conta com a gratidão do jogador, que se recuperou de seus recorrentes problemas físicos vestindo preto e branco.

“Meu empresário estava viajando, chegou ao Brasil faz pouco tempo. Já está marcada uma reunião, vamos iniciar as negociações. Ainda tenho contrato até o final do ano que vem, também não é caso de vida ou morte. Mas, claro, resolvendo até o final do ano, melhor”, resumiu Renato Augusto.

Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press