Gazeta Esportiva

A Seleção não decepcionou os 45.000 torcedores que foram ao estádio Fonte Nova, nesta terça-feira, e derrotou o Peru por 3 a 0, em jogo válido pela quarta rodada das Eliminatórias à Copa do Mundo de 2018. Diante de mais uma fraca atuação de Neymar, o meia Douglas Costa assumiu o protagonismo no time canarinho e participou de todos os gols marcados pelo Brasil. A vitória traz tranquilidade ao técnico Dunga no comando da equipe nacional e leva a Seleção para o terceiro lugar na tabela de classificação. O time tem sete pontos e está a cinco de distância do líder Equador, invicto até o momento.

Após fracassar no empate por 1 a 1 com a Argentina, em Buenos Aires, com um esquema tático mais rígido, Dunga colocou em campo uma formação que priorizava a velocidade e liberdade dos atletas. Assim como no Corinthians, o volante Elias mostrou entrosamento com o meia Renato Augusto e foi visto apoiando o ataque em certas ocasiões. O suporte pelas laterais também ficou mais evidente, com Willian infernizando os peruanos. Alisson, escalado mais uma vez como goleiro titular, teve atuação segura e defendeu chutes perigosos quando foi exigido.

Mas quem roubou a cena no jogo foi Douglas Costa. O meia do Bayern de Munique brilhou diante da fraca atuação de Neymar e anotou o primeiro gol do Brasil aos 21 minutos do primeiro tempo, após bela jogada de Willian pela direita. O camisa 7 voltou a decidir em favor da Seleção ao gingar para cima de quatro defensores do Peru, aos 12 do segundo tempo, e deixar Renato Augusto livre para estufar as redes. Já aos 31, Filipe Luís aproveitou rebote do goleiro em chute de Douglas Costa para anotar o terceiro.

Com a situação mais tranquila na tabela, a Seleção só voltará a campo pelas Eliminatórias no dia 24 de março de 2016. O confronto, contra o Uruguai, será disputado no Brasil, mas ainda não tem local definido. Já o Peru, que ocupa a penúltima colocação, com três pontos, tentará se reabilitar diante da Venezuela, dentro de casa.

Foto: André Mourão/MoWA Press