Gazeta Esportiva/JB

O Vasco recebeu uma boa notícia no início desta tarde. O atacante Rafael Silva foi julgado no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e foi punido com apenas um jogo de suspensão, que já havia sido cumprido automaticamente após receber cartão vermelho na derrota para o Atlético-MG pela 23ª rodada do Brasileirão.

Rafael Silva seria julgado na última semana, mas a sessão acabou sendo adiada e remarcada para esta quinta-feira. O jogador não compareceu ao tribunal, mas está liberado para atuar nas duas últimas rodadas da Série A.

O atacante havia sido denunciado com base na súmula do árbitro Elmo Alves Resende, que relatou o cartão vermelho ao atacante após xingamentos em derrota para o Galo no Maracanã, no dia 5 de setembro.

No julgamento desta tarde, o departamento jurídico do Vasco conseguiu reverter a denúncia no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por “ofender a honra” do árbitro para o artigo 258, relacionado a “conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva”, prevendo suspensão de um a seis jogos.

No primeiro julgamento, comandado pela Segunda Comissão Disciplinar no dia 29 de setembro, três dos cinco auditores mantiveram a denúncia de acordo com o artigo 243-F, enquanto apenas dois desclassificaram para o artigo 258 do CBJD.

Com o resultado desta segunda sessão, Rafael Silva poderá estar em campo nas duas últimas partidas do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Vasco tem compromisso marcado com o Santos em São Januário, às 17 horas (de Brasília) e, depois, encerra a temporada enfrentando adversário direto na luta contra o rebaixamento ao visitar o Coritiba no Couto Pereira.

Foto: Paulo Fernandes/CRVG