Daniela Lacerda

Desde que foi inaugurada em 2010, a Cidade do Natal virou ponto turístico no mês de Dezembro na capital. Considerada uma opção de passeio e lazer para toda família, o espaço localizado nos altos da Avenida Afonso Pena, vem ao longo dos seus cinco anos de existência se mortalizando como uma tradição natalina que o campo-grandense não abre mão.  Criado para marcar a da data mais importante do calendário cristão, o nascimento de Jesus, a cidade toma vida com as luzes e Árvore de Natal, que em 2015, tem 20 metros de altura e uma decoração que nos remete ao mundo de sonhos e magia dos contos de natais, encantando adultos e crianças que passam por lá.

Para quem está de folga e tem parentes de fora do Estado chegando o espaço é uma ótima opção, já que oferece uma variada programação cultural, que inclui a apresentação de corais, teatro e balé. Além de, uma estrutura montada para alimentação, que oferece comidas típicas, porções, doces, salgados e sorvete, entre outras. Leia a matéria completa nesta terça-feira na edição do JNE (Jornal Notícias do Estado).

Foto: Warren Nabuco