Três motociclistas morrem na virada do ano em Campo Grande

Avelino Neto

Três motociclistas morreram na “virada do ano” no trânsito de Campo Grande, a maioria com vítimas envolvidas sozinhas no acidente. O Primeiro caso aconteceu no Bairro Universitário vitimando Geovane Cardoso da Silva (25) – matéria a parte – o segundo na Avenida Júlio de Castilhos e o terceiro no Distrito de Indubrasil.

Leandro da Silva Vasconcelos (30) morreu por volta de 3h30 desta sexta-feira ao bater em um poste no canteiro central da Avenida Júlio de Castilhos, no Bairro Santo Antônio. Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou a ser acionada, mas a vítima já estava morta.

Conforme o apurado pela polícia, o motociclista trafegava no sentido centro/bairro e por razões ainda desconhecidas, perdeu o controle da moto Yamaha Factor placa HTM-4959/MS de Campo Grande. Sem controle, conforme os vestígios apurados no local, em frente ao número 1.654 a moto bateu de forma violenta no poste existente no canteiro central da avenida e Leandro morreu na hora.

No Indubrasil, Aílton Felício com cerca de 50 anos, trafegava com sua motocicleta pela Avenida Solon Padilha, quando perdeu o controle do veículo, bateu no meio fio e caiu morrendo ao bater a cabeça.

As circunstâncias dos dois últimos casos serão apuradas em inquéritos a partir de segunda-feira (4) a cargo da delegacia da área, a 7ª DP, que tentará localizar imagens de câmeras de segurança da região próxima a Rua dos Andradas e do Núcleo Industrial. As imagens, se existentes, ajudarão a definir se os motociclistas se envolveram sozinho no acidente ou se houve algum outro tipo de situação.

Imagem: Whatsapp