Avelino Neto

A Polícia Civil identificou a pessoa que morreu por volta de 19h30 deste sábado (6) ao cair do 20º e não 14º andar como informado anteriormente, do edifício Pablo Picasso, na Rua Brasil, região central de Campo Grande. Para preservar as famílias o nome da vítima, de 27 anos, não será divulgado.

O caso está registrado como morte a apurar, sendo constatado que o rapaz residia em Belo Horizonte, Minas Gerais onde também mora a namorada, e estavam em Campo Grande a passeio, hospedados no apartamento dos pais dela.

Policiais que atenderam o caso apuraram que a vítima sofria de depressão, era bipolar e tomava diversos medicamentos controlados. Segundo testemunhas, no sábado ele não se apresentava bem dizendo a todo momento entre outras coisas, que não servia para ela. O corpo será trasladado para Belo Horizonte.