Um boliviano de 40 anos foi preso pelo Tático Ostensivo Rodoviário – TOR, da Polícia Militar Rodoviária do Estado de São Paulo transportando quase dois quilos de cocaína com 99,9 de teor de pureza. A apreensão ocorreu pouco antes de 20h desta quarta-feira (16), no km 648 da Rodovia Raposo Tavares (SP-270), em Presidente Epitácio, na divisa com Mato Grosso do Sul.

 

De acordo com as informações da Polícia Rodoviária, os policiais abordaram para fiscalização a bagagens e passageiros um ônibus da empresa Andorinha que fazia a linha de Campo Brande ao Rio de Janeiro em que viajavam 33 passageiros. Com policiais no interior do ônibus, o passageiro se mostrou nervoso e dando respostas desconexas às perguntas dos patrulheiros.

 

Diante da suspeita, os policiais solicitaram que o passageiro pegasse a abrisse sua mala que estava no bagageiro externo, sendo encontrado um fundo falso e nele 1,744 quilo de cocaína. Descoberto, o homem que teve o nome preservado afirmou ser morador em Santa Cruza de La Sierra, na Bolívia.

 

Ele disse ainda que fazia a viagem especificamente para transportar a droga, alegando ter sido “contratado” em Corumbá por uma pessoa desconhecida para levar a cocaína até São Paulo. Ao receber a mala com a droga ele diz ter recebido da pessoa R$ 30 para despesa e que no destino seria reconhecido através de fotos ainda no Terminal Barra Funda onde receberia o pagamento pelo transporte, mas que ainda não estava combinado.