Real Madrid's Cristiano Ronaldo (C) walks off the field after being replaced during their Spanish First Division soccer match against Almeria at Juegos Mediterraneos stadium in Almeria, November 23, 2013. Cristiano Ronaldo fired Real Madrid ahead before going off injured as they cruised to a 5-0 win at Almeria to remain six points adrift of leaders Barcelona who defeated Granada 4-0 earlier on Saturday. REUTERS/Francisco Bonilla (SPAIN - Tags: SPORT SOCCER)

O Manchester City recebeu uma excelente notícia antes do início do jogo contra o Real Madrid, terça-feira (26), na Inglaterra, pela semifinal da Liga dos Campeões: ainda se recuperando de lesão, o atacante Cristiano Ronaldo não ficaria nem no banco de reservas.

Apesar disso, o time inglês não aproveitou o fato de o rival estar sem o seu principal jogador e ficou no empate por 0 a 0 no primeiro confronto entre as duas equipes. O resultado poderia ter sido muito pior para os mandantes se não fosse as grandes defesas do goleiro Hart.

O duelo de volta entre os dois times acontece na outra quarta-feira (4), no estádio Santiago Bernabéu, em Madri. O Manchester City joga por um empate com gols para avançar para a final do torneio pela primeira vez na sua história. Já o Real precisa vencer. Um novo 0 a 0 leva o jogo para a prorrogação.

Até quarta, Cristiano Ronaldo deve estar pronto para jogar. Em imagens captadas pelas câmeras do canal Antena 3, da Espanha, foi possível observar o jogador dizendo que, se fosse uma final, ele teria jogado nesta terça.

O português, que já havia ficado de fora do confronto contra o Rayo Vallecano, no sábado (23), pelo Campeonato Espanhol, ainda se recupera de uma lesão na coxa. Ele até tinha chance de jogar nesta terça, mas foi reprovado no último teste para o jogo nos vestiários.

Cristiano Ronaldo é peça fundamental no Real. É o artilheiro da Liga dos Campeões com 16 gols. Nas quartas de final, ele marcou três contra o Wolfsburg, no jogo de volta, e classificou o time para a semifinal.

Mesmo sem o atacante, o Real Madrid esteve muito mais perto do gol. Depois de um primeiro tempo fraco e sem emoção, o time visitante chegou a acertar o travessão com Jesé na segunda etapa. Casemiro e Pepe também tiveram ótimas chances para marcar, mas pararam em Hart, que salvou a equipe da casa de uma derrota.