Avelino Neto

Além da prisão do ex-ministro ministro do Planejamento do governo Lula e das Comunicações no primeiro governo Dilma, no andamento da “Operação Custo Brasil” a Polícia Federal (PF) informa que um mandado de busca e apreensão também está sendo cumprido na casa da senadora Gleisi Hoffmann, no Bairro Água Verde, em Curitiba. Policiais federais também estão na sede do PT no Centro de São Paulo.

A Polícia Federal indiciou Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, Paulo Bernardo, ao concluir o inquérito sobre as suspeitas de que dinheiro desviado da Petrobras abasteceu em 2010 a campanha ao Senado da parlamentar.  A defesa de Bernardo diz que desconhece as razões da prisão, e que estranha porque Paulo Bernardo sempre se colocou à disposição das autoridades. A PF afirma ter indícios suficientes contra Gleisi e o marido, por suposto envolvimento em crime de corrupção com recebimento de R$ 1 milhão em propina.