Foto: José Cruz/Agência Brasil 04/09/2014- Brasília- DF, Brasil- O presidente do TSE, Dias Toffoli, conclui a assinatura digital e lacração dos sistemas eleitorais que serão usados nas eleições de outubro.

Por Nicodemos Alencar

O Tribunal Superior Eleitoral divulgou os limites de gastos nas campanhas municipais deste ano. Conforme a tabela, em Mato Grosso do Sul, os candidatos a prefeito de Campo Grande são os que poderão gastar mais no primeiro turno: até 6.679.971,85, cada. Já no segundo turno, o teto de gastos será de 2.003.991,56, no segundo turno, por candidato. Para o cargo de vereador, os candidatos na capital de Mato Grosso do Sul poderão gastar até R$ 643.105,41. (Matéria completa no JNE de amanhã)