Avelino Neto

Dois homens presos em diferentes horários e ônibus e perto de 40 quilos de maconha apreendidos é o saldo de operação realizada pela Polícia Rodoviária Federal no Posto 130, na BR-267. Nos dois casos os traficantes eram passageiros de ônibus que partiram de Campo Grande em diferentes horários, mas com destino a Belo Horizonte, Minas Gerais. A ação foi realizada por policiais lotados naquela Base e de Operações da PRF com cães farejadores.

O primeiro a ser preso foi Sidnei Soares Sobral (30), passageiro do ônibus da Viação Motta por volta de 22h30. No Bagageiro externo os cães indicaram uma bagagem com droga, na qual os policiais encontraram 20 tabletes de maconha. No interior do ônibus em vistoria a bagagens de mão, um dos cães farejou resquício de droga na bolsa de Sidnei, nela também encontrada a etiqueta identificando Sidnei como responsável pela bagagem com maconha.

Ele disse ter recebido a bagagem na rodoviária de Campo Grande e deveria levar até Belo Horizonte. No destino, diz que receberia alguma importância em dinheiro pelo “serviço”, mas o valor seria ainda combinado. Menos de duas horas depois no mesmo local a PRF abordava outro ônibus da Viação Motta da linha Campo Grande Belo/Horizonte, e nele foi preso Higor Henrique de Moraes da Silva (27). O homem não conseguia explicar o que fazia na região.

Ao vistoriarem sua bagagem os policiais encontraram seis pacotes de maconha, cerca de 6,5 quilos da droga. Higor alegou que havia recebido a maconha na rodoviária da capital entregaria em Minas Gerais onde receberia R$ 600 pelo “serviço”. Recebeu voz de prisão e foi levado juntamente com Sidnei para a Polícia Civil de Nova Andradina e ambos autuados em flagrante de tráfico.