Depois de receber a medalha de Mérito Judiciário do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), nesta segunda-feira (15) a biofarmacêutica cearense, Maria da Penha Maia Fernandes, que dá nome à lei Maria da Penha, declarou que um dos maiores  desafios para garantir a efetividade da Lei, que acaba de completar dez anos, é levar as estruturas especializadas no atendimento às vítimas de violência para cidades do interior.

 

Matéria completa, amanhã no JNE.