Avelino Neto

bailefunk-1

Equipes das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros em ação conjunta com a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) realizaram em vários pontos da área central e bairros de Campo Grande na noite desta sexta-feira (9), a Operação Sossego. De acordo com o Comando de Policiamento Metropolitano – CPM, o trabalho das equipes é agir principalmente nos locais de maior reclamação de moradores sobre perturbação de um modo geral. A ação desta sexta-feira, foi comandada por oficial superior, o major Claudemir.

Durante a operação pessoas foram revistadas, estabelecimentos vistoriados inclusive para constatação de eventuais irregularidades em documentação de bares, lanchonetes e outros estabelecimentos, sendo checada até a situação sanitária e de segurança. Nesses dois casos entrando em ação os bombeiros e vigilância Sanitária. No trabalho em bares na região da UFMS, a equipe realizou vistoria de pessoas, conferiu a regularidade dos bares e orientou os estudantes para que liberassem as calçadas e não atrapalhassem o trânsito. “Diariamente recebemos reclamações de pessoas que se sentem importunadas com som alto ou aglomerações de pessoas. Nosso trabalho é fiscalizar estes pontos e aconselhar os frequentadores”, explica o major.

 

bsilefunkcelia                            bailefunk-2pcA operação teve início no final da tarde e só terminou por volta de 5h deste sábado (10) com três bares notificados pela Vigilância Sanitária, por permitirem que seus clientes fumem dentro do estabelecimento, duas pessoas conduzidas à delegacia por crime ambiental (som alto) e apreensão da aparelhagem sonora. Dado fim a um baile funk denominado Festa da Favela realizado no Centro Comunitário do Bairro Universitário onde uma pessoa foi presa por permitir que menores entrassem e ingerissem bebida alcoólica no baile funk. No baile os policiais ainda apreenderam duas motocicletas roubadas, mas os responsáveis não foram encontrados. Também foram lavrados vários autos de infração de trânsito e ainda infrações administrativas por parte da Semadur e Corpo de Bombeiros. O local onde era realizado o baile funk, foi fechado pela polícia e interditado pelo Corpo de Bombeiros. Equipes das  Policias Militar, Civil, Bombeiros e fiscais passaram por preleção antes da ação.