Apesar de ser início de temporada, alguns jogadores largaram na frente na hora de conquistar um espaço no time do técnico Rogério Ceni. Mesmo com apenas seis partidas oficiais disputadas neste ano, já é possível imaginar quem forma a base do São Paulo.

Logicamente que mudanças podem ocorrer no meio do caminho. Recém-contratado, Jucilei, por exemplo, ainda não teve a oportunidade de mostrar serviço. Por outro lado, João Schmidt tem contrato só até o dia 30 de junho e deve se transferir para o Atalanta, da Itália, no segundo semestre. Ou seja, pode ter novidade no meio de campo.

De qualquer maneira, já dá para se ter uma ideia de quem tem mais chance de estar entre os 11 titulares do ex-goleiro. Veja abaixo quem e como largou na frente no São Paulo de Ceni.

Sidão

Desde que assumiu o São Paulo, Rogério Ceni deixou claro que faria um rodízio entre os goleiros e daria oportunidade para todos. No entanto, Sidão saiu na frente ao defender quatro pênaltis durante a Florida Cup, em janeiro, nos Estados Unidos. O goleiro também ganhou pontos por ter em seu currículo a passagem pelo Audax, time em que os goleiros devem saber sair com a bola nos pés sem dar chutão.

Rodrigo Caio

Sempre foi alvo de elogios do treinador. Polivalente, ele pode atuar tanto no meio de campo, atuando de volante, quanto na zaga. De quebra, quando preciso, vai para o ataque e marca seus gols. Para completar, Rogério Ceni o considera um líder, tanto que quando era goleiro já acreditava que Rodrigo Caio tinha potencial para ser um dia capitão do São Paulo. Por tudo isso, disputou todas as partidas do time neste ano. (Uol)