O Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, abriu sindicância para apurar a morte de uma paciente. Ela faleceu no hospital na última quarta-feira (8), após dar à luz gêmeos. A abertura da investigação interna foi comunicada nesta segunda-feira (13) por meio de uma nota à imprensa.

A sindicância irá apurar eventuais irregularidades no atendimento à paciente e o resultado deve ficar pronto em 60 dias, de acordo com a assessoria de comunicação.

Ainda segundo o hospital, no último sábado (11), familiares da paciente foram ao HU. Eles foram recebidos pela gerente de ensino e pesquisa, Débora Marchetti, e pelo chefe da unidade de planejamento, Ronaldo Perches, e, na ocasião, foram informados da abertura de sindicância interna.

Eles voltaram ao hospital na manhã desta segunda-feira (13) e foram encaminhados à Ouvidoria para solicitar cópia do prontuário médico. (G1)