O ex-prefeito de Corumbá, município distante 444 km da Capital, Paulo Duarte, ex-PT e atualmente no PDT, negou que esteja de mudanças para o PMDB, já que ainda não definiu se disputará as próximas eleições.

“Não tenho nada definido, prazo de mudança de partido é outubro. Política é que nem nuvem, muda toda hora. Só vou decidir mais para frente. Nenhuma decisão será tomada nesse momento”, frisou, Duarte que não conseguiu a reeleição em 2016 ao ser derrotado pelo ex-aliado Ruiter Cunha (PSDB).

Duarte também revelou um convite do presidente da Assembleia, deputado Junior Mochi, também presidente regional do PMDB, para atuar no legislativo estadual, onde já ocupou uma cadeira entre 2007 e 2012.

“Apesar de ter ocupado cargo político, minha origem é técnica, então (atuação) será questões técnicas ligadas à presidência”, disse Paulo Duarte, que é auditor fiscal da receita estadual, e de acordo com o Portal de Transparência do governo estadual recebeu em fevereiro último, R$ 42 mil de remuneração fixa, e R$ 20,5 mil após as deduções obrigatórias.

Mochi revelou que a ‘primeira missão’ do ex-deputado agora lotado na Assembleia, será acompanhar o levantamento solicitado pela Casa sobre os custos das taxas cartorárias de outros Estados, fonte de recursos dos fundos de desenvolvimento do MPE-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) e Defensoria Pública do Estado.

O peemedebista solicitou o estudo depois que MPE e Defensoria apresentaram projeto de lei requerendo o uso dos recursos para pagamento de indenização aos membros de ambas (promotores, procuradores e defensores).

“Nesse momento a figura do Paulo Duarte vem a calhar pela sua experiência”, afirmou Junior Mochi. Segundo ele, o governador Reinaldo Azambuja também concordou com a indicação do ex-prefeito à nova função.

O presidente da Assembleia ainda destacou que caberá a Paulo Duarte a interlocução, em nome do legislativo, com as instituições envolvidas no processo, além de MP e Defensoria, citou Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul) e Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul).