A Polícia Militar deu início a uma campanha educativa na manhã desta sexta-feira (07), com o objetivo de educar motoristas e motociclistas que circulam no trânsito de Aquidauana. A ideia é tirar ‘maus costumes’ como falar ao celular dirigindo, estacionar em local proibido, a falta do uso do cinto de segurança, crianças no banco de trás do veículo, motociclistas com calçados e capacetes inadequados, entre outros. A campanha também se estende ao pedestre.

O Tenente-coronel Airton Praeiro, comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar, decidiu, juntamente com o efetivo local e outros setores que fazem a gestão do trânsito, primeiramente informar e orientar os usuários do trânsito sobre os perigos que uma conduta inadequada pode ocasionar. Segundo entendimento conjunto, uma dessas formas é a chamada “Blitz Educativa de Trânsito”, onde os agentes fazem a entrega de materiais impressos e orientações verbais aos usuários das vias públicas.

Duas dessas ações ocorreram em dois pontos distintos, na cidade de Aquidauana (Rua sete de Setembro, esquina com Rua Teodoro Rondon e Rua Estevão Alves Corrêa, esquina com Rua Bichara Salamene), com a participação de 29 policiais militares e 06 viaturas.

“Nossa intenção é educar o motorista e não multar. Nós falamos sobre a necessidade de se manter uma direção segura. O trânsito está perigoso, se obedecermos a Lei, podemos evitar uma série de inconsequência”, ressaltou o comandante.

Ao todo, cerca de 75 pedestres,153 condutores de veículos de duas rodas e 284 condutores de veículos de quatro rodas, foram alcançados com a operação, levando para casa, não só os panfletos, mas também orientações sobre condutas que podem salvar vidas.