Pagamento dos salários dos servidores estaduais será antecipado

O pagamento dos salários dos servidores públicos do Estado foi antecipado e será depositado nesta sexta-feira (29). O dinheiro já estará disponível para saque no sábado (30). A antecipação dos salários foi determinada pelo governador Reinado Azambuja (PSDB), em razão do Dia do Trabalhador, comemorado no dia 1º de Maio.

De acordo com o secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto Assis, a antecipação é uma boa notícia aos servidores, que pelo calendário normal receberiam na terça-feira, dia 2. Com a medida, a economia terá injeção de R$ 450 milhões. Assim, terão mais tempo para planejar as despesas com tranquilidade e até mesmo viajar durante o feriado.

“Essa é uma decisão do governador, de prestigiar o servidor que é o suporte da máquina pública. O governador pediu para que fosse priorizado o fechamento da folha de para que nossos servidores possam aproveitar o feriado prolongado com familiares e amigos”, disse Assis.

Segundo o secretário de Administração, para que o Estado pudesse antecipar o pagamento no dia 29, a equipe técnica fez uma força-tarefa. “Para isso a orientação do governador é economizar no custeio da máquina, reduzindo consumo de água, luz, telefone, licitação, contratos. Toda despesa passa por uma análise criteriosa para o melhor preço e condição do serviço”, destacou Carlos Assis.

Conforme publicado no site de notícias Campo Grande News, o secretário também tranquilizou os servidores em relação ao abono salarial concedido no ano passado. “É importante esclarecer que a Assembleia Legislativa autorizou a prorrogação do pagamento desse abono na sessão de quarta-feira (26) e ele será mantido até as negociações salariais. Já tivemos uma conversa com os representantes das categorias para reafirmar nossa responsabilidade com todos.”, afirmou.

Reforço na economia – O governo lembra ainda que no conjunto das 27 unidades da federação, Mato Grosso do Sul foi um dos nove estados que conseguiram atravessar o ano com todos os pagamentos em dia.

O equilíbrio fiscal possibilitou investimentos em áreas importantes e a concessão de incentivos fiscais para indústria e comércio. Aliado a isso, em dezembro o Estado injetou quase R$ 1 bilhão na economia, com as folhas de pagamento de novembro, dezembro e o 13º salário. Agora, três meses depois, antecipa o salário no mês do trabalhador.

O pagamento dos salários dos cerca de 70 mil servidores – entre ativos, aposentados e pensionistas – vai injetar R$ 450 milhões na economia do Estado e ajudar nas vendas do comércio. “É importante dizer que a prioridade do governador Reinaldo Azambuja é manter os salários em dia, o que acaba refletindo na economia, já que a folha do Estado corresponde a quase meio bilhão de reais. Esse dinheiro todo circulando realmente aquece o comércio e impulsiona a retomada da economia”, explicou.

O secretário de Administração lembra que mesmo com todas as dificuldades o governo tem conseguido realizar entregas importantes. “É um governo transparente, presente e que apesar da crise tem investido na segurança pública, saúde, educação e infraestrutura. Não desperdiçamos recursos à toa, com obras emblemáticas, por exemplo. Só investimos naquilo que dá resultado e traz mudanças imediatas para a sociedade. Essa tem sido nossa lógica: gastar menos com a máquina pública para poder melhor cada vez mais a vida das pessoas”, diz Assis.

 

Foto: David Majella/Governo do Estado