Bandido baleado por policial está entubado em CTI e corre risco de sequelas

O assaltante baleado na cabeça por um policial civil na tarde de segunda-feira (28) na Avenida Mato Grosso, região central de Campo Grande, está entubado e sedado no CTI da Santa Casa da Capital. Ele se recupera de um procedimento cirúrgico feito pela equipe da neurocirurgia. Há riscos de sequelas, pois a bala atravessou o cérebro.

O ladrão foi identificado como Luiz Eduardo Souza, de 34 anos. A bala entrou pela parte de cima da cabeça e está alojada próximo a nuca, segundo informações do hospital. Embora tenha confirmado a possibilidade de sequelas, a Santa Casa esclareceu que é preciso aguardar a evolução do quadro do paciente para tal avaliação.

Na tarde de segunda-feira, Luiz Eduardo seguia pela Avenida Mato Grosso, em uma motocicleta. Segundo informações policiais, ele teria acabado de assaltar uma clínica médica na Abrão Júlio Rahe, onde tomou telefones celulares de pacientes e algumas pessoas começaram a segui-lo.

O policial que passava pelo local perguntou aos populares o que estava acontecendo, quando contaram que o homem que empurrava a motocicleta havia praticado um roubo.

Neste momento, o policial deu ordem de parada ao suspeito, que não obedeceu. Foi reforçada a ordem de parada, mas o assaltante derrubou a motocicleta, que empurrava e estava sem as chaves no contato.

Em seguida, ele sacou um revólver e fez um disparo na direção do policial, não o acertando. Um segundo disparo foi feito pelo bandido, mas a arma falhou momento em que o policial efetuou um disparo atingindo a cabeça do autor.

A arma usada pelo ladrão foi apreendida e ele socorrido para a Santa Casa de Campo Grande, onde permanece internado.

 

Foto: Marco Matielo