Macaco-prego é encontrado acorrentado em fazenda

Uma equipe da Polícia Militar Ambiental (PMA), autuou um produtor rural na manhã desta segunda-feira (18), por manter um macaco-prego em cativeiro, em Deodápolis.

O flagrante aconteceu durante uma operação da PMA nas propriedades rurais do município. Os militares encontraram o animal preso a uma corrente em um poleiro de uma fazenda. Ele era mantido em cativeiro sem autorização ambiental. O macaco não apresentava sinais de maus-tratos.

O autor foi multado em R$ 500,00 e encaminhado para a delegacia. Se condenado, poderá pegar pena de seis meses a um ano de detenção. O animal será encaminhado ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande.