Aquidauana sedia 10° Festival de Teatro da PRF, com participação das escolas

Quanta criatividade e responsabilidade dos alunos em ensinar sobre o respeito às leis de trânsito. Assim, aconteceu ontem, 21, a abertura da etapa regional do 10° FETRAN – Festival Estudantil Temático de Trânsito, promovido pela Polícia Rodoviária Federal.
A PRF tem a missão de garantir segurança com cidadania nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União e, para isso, promove ações de educação para o trânsito que buscam conscientizar os cidadãos de que a segurança no trânsito é responsabilidade de todos.
Então, a PRF encontrou no FETRAN uma das formas de se trabalhar a consciencialização e educação para o trânsito. Assim, em Aquidauana hoje (22), se apresentarão os alunos das escolas: E. Polo M. Rural km 21, de Anastácio, com a peça “Quem obedece evita acidentes”; E. E. Roberto Scaf (Anastácio), com as peças “Tributo à vida: somos tão jovens”, “Cada pouquinho de trânsito”, “Escolinha da professora Janaína Brasil”; E.E. Estefana Centurion Gambarra (Dois Irmãos do Buriti); Instituto Educacional Falcão, de Aquidauana, com a peça “As placas de sinalização em ação”; IFMS – Aquidauana, com o teatro “Caminho sem retorno”. Na abertura, as crianças do CMEI José Rodolfo Falcão encantaram o público com uma coreografia.
A vice-prefeita de Aquidauana, Selma Suleiman participou da solenidade de abertura, no anfiteatro da UFMS, ontem pela manhã, 21, e destacou a relevância do projeto da PRF, afirmando que ” a educação anda junto com o trânsito e esse é um festival que desperta a criatividade e faz um alerta para segurança no trânsito”.
Para a secretária municipal de Educação,
Ivone Nemer, o Fetran trás toda a temática da educação no transito para ser trabalhado nas escolas com os alunos da rede pública e particular. “Aquidauana, com muito, orgulho sedia o encontro regional do FETRAN e aqui veremos o trabalho dos professores e alunos brilhantemente em teatros e músicas alertando para respeitarmos às leis de trânsito”, frisou Ivone.
O inspetor da PRF, Delcio Delmar pontuou que são quase 40 mil pessoas que morrem vítimas de acidentes de trânsito todos os anos e a educação para o trânsito é uma das ações da PRF para ajudar a transformar comportamentos.
“Sentimos na pele quando essas tragédias atingem quem amamos, nossa família e amigos. Nós podemos tentar melhorar isso, antes que aconteça. É prevenir, é transformando atitudes para salvar vidas. Assim, o melhor celeiro para mudar as atitudes são as escolas, com as crianças, nossos futuros motoristas”, completou o Insp Delmar.
O lema do FETRAN, “Transformando atitudes para salvar vidas” define bem o objetivo do projeto, levando, anualmente, conhecimento e propiciando ambiente para reflexão sobre a temática do trânsito à mais de 20 mil pessoas. “Esperamos que com a ferramenta, teatro, possamos mudar o comportamento no trânsito, evitando acidentes que ceifam milhares de vidas todos os anos”, afirmou o inspetor Delmar.
O FETRAN MS é dividido em duas etapas, seletivas e etapa final. Este ano, foram inscritos 297 espetáculos teatrais de 152 escolas que representam 43 municípios do Estado de Mato Grosso do Sul.
Seletivas Regionais – Etapa em que todas as peças inscritas se apresentam em um dos 24 municípios-sede, selecionados nas 6 regiões do Estado: Cone Sul, Costa Leste, Prata, Pantanal, Taquari e Morena.

A Comissão Julgadora selecionará, dentre as três categorias: infantil, infanto-juvenil e juvenil, 19 espetáculos para a Etapa Final.

Etapa Final – Após o término das Seletivas Regionais, os 19 espetáculos escolhidos pela Comissão Julgadora, participarão da Final, de 20 a 25 de outubro, em Campo Grande.
Em 2004 nasceu em Cuiabá-MT, um projeto vitorioso da Polícia Rodoviária Federal, com o apoio de valiosos parceiros, como o DETRAN e as Secretarias Municipais de Educação. O FETRAN MS visa, através das artes cênicas, promover a Educação para o Trânsito junto a estudantes do ensino fundamental e médio, das escolas públicas e particulares de Mato Grosso do Sul, sendo este ano a décima edição.
O FETRAN Teatro busca, por meio do encanto das artes cênicas, a formação de cidadãos éticos capazes de refletir sobre o contexto em que vivem e de atuarem como agentes transformadores para construção de um trânsito mais seguro, e para tal sabemos que o espaço mais rico e privilegiado é o ambiente escolar.

Ao longo dos anos, em diversos lugares, a parceria entre a PRF e as escolas apresenta-se de forma efetiva na atuação e realização da educação para o trânsito.

Conforme o Regulamento do Festival, são avaliam critérios preestabelecidos, por três jurados especialistas em (artes cênicas, aspectos pedagógico e legislação de trânsito)
Aos 19 professores responsáveis pelos espetáculos finalistas, o projeto destina 01 SmartTV 39 polegadas e troféus e medalhas.
A premiação se dá durante o evento da etapa final, em que as 19 equipes finalistas, totalizando 160 pessoas, ficam hospedadas em ótimo hotel, com passeio cultural, entre outras atrações durante a estadia de todos de 20 a 25 de outubro de 2019.

Fonte: Agecom