Jovem presa por tráfico ganha liberdade, tenta matar vizinha e volta para o xilindró

Valéria Dias Gamarra, 18 anos, foi presa novamente pela Polícia Civil de Anastácio, 14 horas após ser colocada em liberdade por tráfico de drogas e associação criminosa, por ameaçar e tentar matar uma mulher no Cristo Rei, em Anastácio.

Na semana passada, além de Valéria, a Polícia Civil de Anastácio prendeu duas irmãs e apreendeu um adolescente de 14 anos por tráfico de drogas e associação para o tráfico. Após a audiência judicial de custódia, as irmãs Kassiane Amorim Delgado da Silva, Kariny Amorim Delgado da Silva Moraes e a amiga Valéria foram colocadas em liberdade provisória, nesta terça-feira (03) por volta das 18 horas.

Segundo informações levantadas pelo JNE, o trio “chegou chegando” no Cristo Rei e de imediato a Valéria, foi à casa de uma mulher e a xingou, acusando-a de gostar da prisão dela e ter “caguetado” as amigas para a polícia.
Já na manhã desta quarta-feira (04), por volta das 06 horas da manhã, Valéria voltou ao local e, com uma faca, tentou atentar contra a vida da mulher, dizendo que ia mata-la e cortar sua língua, pois mexeu com a pessoa errada.

A vítima então fugiu e acionou a Polícia Civil, que realizou diligências e efetuou a prisão de Valéria por tentativa de homicídio, ameaça, coação no curso do processo e injúria. Ao total, a jovem ficou 14 horas em liberdade.