Uber vai integrar serviço de entrega de comida e mostrar informações do transporte público

Uber anunciou nesta quinta-feira (26) que irá implementar mudanças no aplicativo. A maior delas é uma integração com o serviço de entrega de comida Uber Eats. Agora os dois serviços estarão dentro do mesmo aplicativo.

Essa mudança, segundo a empresa, começara em 9 cidades ao redor do mundo, incluindo no Brasil. Outros países que vão receber a novidade são Argentina, Peru, México, Chile, Portugal, Sri Lanka, Índia e Estados Unidos. Segundo a empresa, as mudanças para os usuários brasileiros chegarão “nas próximas semanas”.

Segundo o presidente do Uber, a empresa começou com viagens de carro e cresceu, passando a oferecer desde entrega de refeições a bicicletas — ainda não disponíveis no Brasil — e patinetes elétricos e até juntar informações do transporte público ao aplicativo.

“Agora queremos tornar a Uber o sistema operacional do seu dia a dia: seja a forma como queira se deslocar, seja o serviço que você precisar, queremos que o app da Uber seja o que você vai abrir”, afirmou em evento em São Francisco, na Califórnia.

Na China, esses “super apps” são bastante comuns, com destaque para o WeChat, espécie de WhatsApp dos chineses, que tem até opção de pagamento pelo aplicativo e carteira virtual. O funcionamento é semelhante ao que já acontece a outros apps do segmento, como o Rappi, que permite alugar um patinete, além de pedir de comida.