Adolescentes que causaram pânico após promessa de massacre em escola são identificados pela polícia

Com idades de 14 a 17 anos, sendo quatro meninas e um menino, disseram que tudo não passava de "brincadeira"

Ameaças escritas dentro da escola - Reprodução/Diário Corumbaense

A Polícia Civil descobriu o nome de cinco adolescentes que escreveram mensagens sugerindo um massacre na escola Estadual 02 de Setembro, em Ladário. Eles deixaram as ameaças escritas nas lousas e paredes da unidade escolar e o ataque estaria previsto para esta segunda-feira (2).

Os adolescentes suspeitos escreveram mensagens como “Vocês vão morrer” e “cuidado com quem vocês brincam”. Diante do ocorrido, pais, alunos e professores ficaram assustados.

Conforme informações, os investigadores foram até a escola para garantir a segurança dos alunos e, antes do início da aula, conversaram com a comunidade escolar e acabaram identificando os autores das mensagens.

As quatro meninas e um garoto, com idades de 14 a 17 anos, disseram se tratar de uma “brincadeira” em represália a um suposto “bulliyng” que teriam sofrido. Todos foram encaminhados, junto com os responsáveis, para a Delegacia de Polícia Civil e responderão pelo ato infracional de dano qualificado ao patrimônio público.

Madara

As frases eram atribuídas a um grupo chamado Madara, que é um personagem do desenho japonês Naruto. Na trama, Madara é um deus da guerra que foi morto e posteriormente reviveu, tratando-se de um dos maiores ninjas do anime.

Fonte: TopMidiaNews/Diário Corumbaense