Padrasto usa até fio elétrico para torturar menino de 3 anos e diz que ‘bateu para educar’

Ele foi preso em flagrante

Menino foi levado para o hospital - Reprodução

Foi preso, durante a madrugada desta quarta-feira (15), um serralheiro de 44 anos suspeito de torturar durante horas, o enteado de 3 anos com socos, fios de energia e beliscões deixando vários hematomas no menino, que foi levado para um hospital da cidade de Chapadão do Sul.

A prisão aconteceu por volta da meia noite desta quarta (15), quando a mãe do menino pediu socorro a pessoas da igreja que ela frequentava. A mulher contou que desde o dia anterior, o filho estava sendo torturado com socos, beliscões e fios de energia pelo marido, que colocava o menino de castigo e continuava com a sessão de espancamento. A criança ficou com um dos olhos roxos, e vários hematomas pelo corpo.

A mulher disse que o filho quase desmaiava com as torturas feitas pelo marido. Quando o serralheiro percebeu que a polícia havia sido chamada, levou o enteado para um hospital e disse que o menino havia sido agredido pelo irmão, o que foi desmentido. Na delegacia, o autor contou que apenas bateu para educar, mas que não espancou a criança. Foi feito pedido pela prisão preventiva dele.

Fonte: Midiamax