Cocaína encontrada em motel indica possível overdose de veterinária que morreu na BR-262

Ela estava acompanhada de um empresário, que fugiu do local

Médica teve um surto em quarto de motel - Henrique Arakaki/Midiamax

Vestígios de cocaína foram encontrados no motel onde médica veterinária de 29 anos estava antes de morrer, na noite desta quinta-feira (16), na região do bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande. Ela teve um surto e saiu correndo pela BR-262. O empresário de 30 anos que estava acompanhando a vítima fugiu do local.

Informações passadas para o Jornal Midiamax são de que no motel havia uma porção de cocaína em cima do frigobar, o que indicaria uma possível overdose para a morte da jovem, que segundo testemunhas que estavam no local ‘espumava pela boca’. Ainda foram apreendidos, no quarto, quatro latas de cerveja e um frasco de solução fisiológica.

A médica teve um surto e saiu correndo de dentro do estabelecimento gritando, “ele vai me matar, ele vai me matar”. Ela ainda se rastejava pela rodovia tentando se jogar em frente aos carros que passavam. O acompanhante da vítima, que estava em uma camionete Amarok, de cor prata, ainda teia tentado colocá-la dentro do carro, mas a jovem se recusou momento em que ele foi embora a abandonando na estrada.

A mulher ainda teria tentado se jogar em frente a um caminhão, mas o motorista conseguiu frear. Testemunhas tentaram ajudar a médica veterinária, mas ela acabou caindo desacordada. O Corpo de Bombeiros foi chamado e tentou fazer a reanimação, mas a médica acabou morrendo. Ela teve uma parada cardiorrespiratória.

Fonte: Midiamax