Em perseguição, contrabandista chega a jogar caminhão para cima de viatura, mas acaba preso

Veículo, segundo a polícia, era clonado

Policial confere carga de cigarros contrabandeados do Paraguai - PRF/Divulgação

Um contrabandista de cigarros jogou o caminhão, carregado com 600 mil carteiras de cigarros ilegais, para cima de viatura da PRF (Polícia Rodoviária Federal) durante perseguição na BR-163, em Guaíra, no Paraná. O veículo, segundo a polícia, era “clonado” e saiu com a carga de Mundo Novo, em Mato Grosso do Sul, na fronteira com o Paraguai.

Tudo aconteceu por voltas de 9h desta quinta-feira (16). Equipe da PRF deu ordem de parada a um motorista de um bitrem, ele desobedeceu e fugiu. Na tentativa de se livrar dos policiais, em horário de alto fluxo de veículos, o condutor efetuou as manobras perigosas, tentando “fechar” a viatura e jogá-la contra outros veículos.

O contrabandista ainda “transitou pela contramão de direção, obrigando os outros veículos que vinham em sentido contrário a manobrar para o acostamento”, conforme divulgou a PRF.

Já dentro da cidade, próximo a uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), o motorista abandonou o veículo e fugiu a pé, mas foi capturado. O motorista, de 47 anos, morador de Tatuí (SP), disse que levaram a carga avaliada em R$ 3 milhões para Santos (SP).

O caminhão, os cigarros e preso foram levados para a Polícia Federal de Gauirá. O contrabandista responderá por desobediência, resistência à prisão, adulteração de identificação de veículo e contrabando e da contravenção penal de direção perigosa.

Fonte: Campo Grande News