Diante dos casos de doença respiratória na China, causada pelo novo coronavírus, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) realizou reunião de trabalho nesta terça-feira (28.01) para definir as orientações à rede pública de saúde referente ao atendimento de possíveis casos em Mato Grosso do Sul. Não foram detectados casos suspeitos no Estado. Nesta terça-feira o Ministério da Saúde confirmou um caso suspeito em Minas Gerais.

Foi encaminhada nota técnica aos profissionais de saúde dos 79 municípios, orientando sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames.

A Secretaria de Estado de Saúde recomendou às equipes de vigilância epidemiológica municipais, bem como serviços de saúde, a estarem alertas aos casos de pessoas com sintomatologia respiratória e que apresentam histórico de viagens para áreas de transmissão local do vírus, que tenha vínculo ou contato próximo com caso suspeito de novo corona vírus nos últimos 14 dias.

Os casos suspeitos estáveis ficarão em isolamento no serviço de saúde que deram entrada ou domicílio. Já os casos com evoluções mais graves deverão ser encaminhados pela Central de Regulação Estadual para os Hospitais de referência.  A SES conta com o apoio técnico-assistencial do corpo clínico de médicos infectologistas do Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian – HUMAP.

O Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS) de Mato Grosso do Sul monitora a situação do novo coronavírus e está pronto para ser acionado pelos municípios.

 

Airton Raes – Secretaria de Estado de Saúde (SES)

Foto: Arquivo