Com seis credenciadas, placa Mercosul pode custar até R$ 320 em MS

Entra em vigor na segunda-feira (3) o novo modelo de PIV (Placa de Identificação Veícular), conhecida como Placa Mercosul. Os emplacamentos ficaram suspensos até está quinta-feira (30) no Estado. Em Mato Grosso do Sul são seis empresas credenciadas para o procedimento e o valor do novo emplacamento pode chegar os R$ 320, 35% a mais que o preço atual cobrado pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul).

No Estado seis estampadoras estão credenciadas para o serviço e os valores do procedimento e a forma de pagamento são definidos pelas próprias empresas, além de informar dos clientes, conforme a conforme a resolução 780/2019 do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada em 26 de junho.

Em Campo Grande são quatro empresas credenciadas, em Dourados duas e em Três Lagoas mais duas. Na Capital os valores vão de R$ 280 a R$ 320 o par de placas.

Já para o interior o emplacamento vai variar entre R$ 280 e R$ 300, tanto em Três Lagoas quanto em Dourados.

Credenciadas

Capital

  • GR Placas (Av. Júlio de Castilho, 285, Vila Soares ou na Av. Mascarenhas de Moraes, 1452, Monte Castelo)
  • Íons Placas Matriz (Rua São Sepê, 350, Coronel Antonino)
  • MS Placas Matriz (Rua Fernando de Noronha, 239, Vila Sobrinho)
  • FS Placas (Av. Tamandaré, 3396, São Francisco)

Dourados

  • FR Placas Matriz (Rua Álvaro Carlos de Lima, 3700, Parque Jequitibás)
  • GR Placas (Rua Rene de Matos Rocha, 175, Parque Jequitibás)

Três Lagoas

  • GR Placas Filial (Rua Dr. Oscar Guimarães, 3539, Jardim Morumbi)
  • FL Placas Matriz (Av. Filinto Muller, 2841, Jardim Novo Aeroporto)