José Carlos Acevedo, prefeito da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, ‘gêmea’ de Ponta Porã, teve prisão decretada neste domingo (10). Ele é acusado de violar a quarentena sanitária por conta do coronavírus, o que dá prisão no País vizinho.

Acevedo, depois de discutir com homens do Exército que fazem a segurança na fronteira com Ponta Porã, ingressou para o lado brasileiro, onde teria passado este domingo.

Há pouco policiais e autoridades do judiciário estiveram na casa de Acevedo que, não foi encontrado e é considerado foragido. A informação foi confirmada pelo site local Ponta Porã News.

O Governo do Paraguai acusa José Carlos de Violação de Quarentena Sanitária e assim que ele for localizado deverá ser levado para um albergue onde cumprirá a quarentena obrigatória. O caso de Acevedo deve ser analisado por Cortes superiores do Paraguai e ele pode até ter o mandato cassado.

Fonte: TopMídiaNews