Informações sobre um suposto fechamento das lojas do grupo paraguaio Shopping China, que possui três estabelecimentos na fronteira, circularam nas redes sociais nesta quarta-feira (19). O boato foi desmentido no mesmo dia pelo gerente do grupo de importados,  Víctor Silva e também pela gerência de marketing da empresa.

A falsa notícia publicada em perfis do Facebook tratava especificamente das instalações localizadas em Salto del Guairá e rapidamente se espalhou, incluindo as demais unidades, entre elas a de Pedro Juan Caballero.

“Lamento informar que as instalações do Shopping China Salto del Guairá, deixará definitivamente de abrir as suas portas aos clientes paraguaios e, consequentemente, estrangeiros localizados na área”, afirmava a publicação.

Em outro trecho o texto também explicava que o shopping comercial estava parcialmente fechado aos clientes locais e, há dias os proprietários decidiram fechar totalmente as suas portas em Pedro Juan Caballero e Salto del Guairá, ressaltando que as razões ainda são desconhecidas.

Segundo Víctor Silva, os shoppings estão sem funcionamento desde o dia 16 de março em virtude da pandemia e do fechamento das fronteiras,  determinado pelo Governo do Paraguai. “Já estamos nos adequando aos protocolos estabelecidos pelas autoridades sanitárias para retomar as nossas atividades o mais breve possível”, informou o gerente.

A assessoria de marketing do grupo que administra o Shopping China afirmou tratar de notícia falsa e esclareceu que o Shopping China em Pedro Juan e em Salto del Guaira está operando com portas fechadas, fazendo vendas a maioristas. “Ainda não estamos abertos aos clientes por conta da fronteira fechada. Mas apenas ela reabrir voltaremos a operar normalmente”, diz a nota.

Fonte: Midiamax