TSE alerta: ‘eleitor sem máscara não vota na eleição de novembro’

O Tribunal Superior Eleitoral decidiu, nesta terça-feira (8), que eleitores que não usarem máscara nos locais de votação serão impedidos de votar.

Além da proteção facial, o Tribunal decidiu que haverá impedimento de registrar o voto, o eleitor que se recusar a higienizar as mãos, antes e depois de usar a urna. O equipamento não passará por limpeza, por isso cada eleitor deverá limpar as mãos.

A medida vale para todo o País, na eleição do primeiro turno – dia 15 de novembro  e do segundo turno, dia 29 de novembro.

“Nós estamos tomando todas as precauções possíveis para minimizar os riscos. Para ter uma eleição 100% segura, não teríamos eleição, ficaria todo mundo em casa. Baixamos o risco ao mínimo possível”, disse o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, segundo o G1.

Fonte: TopMídiaNews