Homem não consegue pagar macumba e é ameaçado por ‘pai de santo’

Depois de ficar sem dinheiro para pagar por “trabalho completo”, homem, de 42 anos, registrou boletim de ocorrência nesta terça-feira (15) ao ser ameaçado e extorquido por suposto pai de santo. Vítima fez contato com o religioso por telefone com DDD 11, mas não sabe o nome e nem a cidade em que mora.

Conforme registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, o homem relatou que o primeiro contato com o pai de santo foi realizado no dia 10 deste mês para “abertura de caminhos”. Foram cobrados R$ 50 pela consulta e mais R$ 1.000 para que o trabalho fosse feito.

Um dia depois, o pai de santo ligou para a vítima e disse que precisava de mais R$ 900 para fazer o serviço em relação à sua esposa e uma foto do casal. Depois de pagar os R$ 1.950, mais uma cobrança apareceu. O religioso perguntou se o homem conseguiria fazer mais pagamentos e o mesmo disse que o dinheiro havia acabado.

Distante da abertura de caminho esperada pelo cliente, o pai de santo passou a fazer ameaças, dizendo que uma entidade havia “descido” e dito que o homem tinha renda suficiente para fazer os pagamentos. Justificando a conversa, o religioso disse que fez a compra dos materiais, que custaram R$ 2 mil.

Continuando a cobrança, o pai de santo exigiu o pagamento até 18 horas de hoje e informou que caso o dinheiro não seja depositado, será cobrado R$ 4 mil. Além do novo valor, o homem também disse que irá cobrar a esposa da vítima e haverá “grande derramamento de sangue”.