As queimadas no Pantanal de Mato Grosso do Sul virou destaque nacional pela proporção, acabando com parte da flora, matando muitos animais silvestres e ferindo outros, onde o mais chocante é que se trata de um ato criminoso… Fazendeiros gananciosos pensando apenas no próprio umbigo. Nesse caos todo, a salvação vem do trabalho ímpar do nosso Corpo de Bombeiros e, a princípio a gente pensa em efetivo masculino, até mesmo pela complexidade da situação. Mas o canal no Instagram ‘Mulheres Inumeráveis’, mostrou outra realidade contando um pouco sobre a cabo Sinaya Raphaela – que foi uma das primeiras mulheres do efetivo sul-mato-grossense do Corpo de Bombeiros a participar das operações -, assim como as militares de Corumbá e Aquidauana, mostrou que estamos bem equivocados, já que se voluntariou a acompanhar seus companheiros de farda nas operações de combate a esses incêndios.

Mesmo a Instituição abrindo oportunidade para as mulheres, na prática o lance é complicado, até mesmo por questões fisiológicas e de higiene. Mas nossas heroínas de farda mostraram que realmente lugar de mulher é onde ela quiser mesmo! Sinaya foi a primeira “Fem” de Campo Grande a ir para o Pantanal de Corumbá, participou de uma força-tarefa também em Porto Murtinho e foi para o Pantanal Mato-Grossense. Tudo isso por amor a profissão, por amor a farda, afinal, são quase 14 anos de história no Corpo de Bombeiros e um legado que Sinaya está deixando para a sociedade e principalmente para nós mulheres, exemplo de que somos capazes de estar onde quisermos sim!

“Nossas mulheres militares são guerreiras, todas as missões que homens participam, a gente participa, com o mesma competência, mesmo comprometimento, mesma garra, mesma força de vontade, seja resistência, seja força, passamos pelos mesmos treinamentos que homens”, falou a bombeiro feminina de 36 anos, orgulhosa do que se tornou.

A cada novo dia as mulheres vêm assumindo novas responsabilidades com competência e sensibilidade. Obrigada a todas as guerreiras do fogo que são mulheres de fibra, de garra e luta. Bombeiras saíram da zona de conforto para salvar nosso Pantanal, salvar nossa fauna e nossa flora sul-mato-grossense e mato-grossense.

Conheça mais sobre o ‘Mulheres Inumeráveis’ no Instagram clicando aqui

Fotos: Arquivo Pessoal