A enfermeira Nathana Faria Ceschim, que havia debochado da eficácia da vacina contra a covid-19, foi demitida da Santa Casa de Misericórdia, em Vitória, Espírito Santo e agora será investigada pelo MPES (Ministério Público do Espírito Santo) e pelo Coren-ES (Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo), podendo até ter seu registro profissional cassado.

Em comunicado divulgado à imprensa, o MPES disse que Nathanna será investigada por não usar equipamentos de segurança contra covid-19 enquanto gravava um vídeo nas dependências do hospital.

“O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Vitória, instaurou, na segunda-feira (25), procedimento para apurar supostas irregularidades na conduta de profissional de saúde quanto ao não uso de equipamentos de proteção individual, em especial da enfermeira Nathanna Faria Barbosa Ceschim, no exercício de suas funções no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória”, escreveu em nota.

O Hospital Santa Casa disse que não se pronunciaria mais sobre o caso.

Ao UOL, o Coren-ES, que anteriormente havia divulgado uma nota de repúdio sobre a “conduta de uma enfermeira de Vitória que desdenhou a vacina para conter a pandemia”, agora disse que avalia uma possível advertência à Nathanna.

Fonte: TopMídiaNews