Três homens foram presos em operação contra o tráfico de drogas em Dourados. Um deles está condenado a 16 anos de prisão em Mato Grosso. Apesar de terem sido localizados na mesma operação do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil, eles não possuem ligação.

Condenado em Mato Grosso, Gilson Rodrigues de Moura Júnior foi preso no Jardim Santa Maria, região leste da cidade. Já em outros pontos da cidade foram presos Magnum dos Santos Corrêa de Albuquerque, condenado a oito anos de prisão por tráfico no Espírito Santo, e Marcelo Pazeto dos Santos.

A ação foi desencadeada justamente para prender os dois foragidos, cujos mandados tinham sido expedidos pelo Poder Judiciário dos Estados de origem. Conforme as investigações, Gilson e Magnum continuavam vendendo drogas em Dourados.

O fugitivo do Espírito Santo foi preso na barbearia dele, na Rua Eulália Pires. No local foram encontrados objetos de procedência duvidosa, como ferramentas industriais e eletrônicos. Para a polícia, são indícios que ele recebia esses bens como pagamento pela venda de entorpecente.

Já Marcelo Pazeto dos Santos foi preso após denúncia revelar venda de drogas em uma casa na Rua Elvia Viana, Jardim Canaã III, região sul da cidade. Quando os policiais chegaram ao local, uma pessoa comprava droga na casa, mas conseguiu fugir.

Marcelo correu para dentro da casa e jogou o celular contra a parede na tentativa de danificar o aparelho e evitar descoberta de provas ligando-o ao comércio de drogas.

Entretanto, a polícia localizou na casa vários indícios de tráfico de drogas, como fragmentos de maconha espalhados nos cômodos e dinheiro em notas de pequeno valor. O morador foi preso por tráfico de drogas e fraude processual, por ter danificado o celular.

 

(Fonte: Campo Grande News)