A Polícia Federal deflagrou, na manhã dessa terça-feira (2), operação Audacius para desmantelar organização criminosa de contrabando de cigarros. Ao todo, 11 mandados são cumpridos em Campo Grande, Dourados e Ponta Porã, todos foram expedidos pela 1ª Vara Federal da cidade de Durados.

São cumpridos cinco mandados de prisão preventiva e seis mandados de busca e apreensão em Dourados, Ponta Porã e Campo Grande, além do sequestro e bloqueio de mais de R$ 2 milhões em bens móveis e imóveis.

A operação foi deflagrada depois de investigações que começaram em 2019 quando uma carga de cigarros avaliada em R$ 2 milhões foi furtada de frente da delegacia da Polícia Federal de Dourados depois da apreensão da carga em dezembro.

Foi descoberto um grupo criminoso que fazia o contrabando de cigarros há anos. Os cigarros contrabandeados eram armazenados em residências de Dourados, ligadas aos integrantes do grupo criminoso e, que depois era enviada a outros estados, como São Paulo. Com as várias apreensões de contrabando de cigarros nas estradas do Estado, o grupo passou a furtar as cargas que eram apreendidas.

As investigações também demonstraram que o grupo já havia tentando subtrair outra carga de cigarros apreendida em outro Estado. Segundo a Polícia Federal, todos os investigados têm um longo histórico de práticas de crimes transfronteiriços envolvendo o contrabando de cigarros, sendo que alguns já chegaram a ser presos em flagrante diversas vezes durante as investigações.

Nome da operação
O nome da operação faz referência a forma audaciosa com que os investigados orquestraram as ações de furto das cargas de cigarros apreendidas. Audacius vem do latim audácia, que caracteriza a ação do grupo ora desarticulado.

 

(Fonte: Midiamax)