O vice-governador de Mato Grosso do Sul, Murilo Zauith (DEM), está internado em São Paulo (SP) para tratamento da covid-19. Murilo, que tem berço político em Dourados – cidade localizada a 233 km de Campo Grande -, exerceu também até janeiro o cargo de secretário estadual de Infraestrutura, ao qual pediu exoneração.

Após alguns dias com sintomas e suspeita de contágio, Murilo foi diagnosticado no dia 21 de janeiro, na véspera de cobrir as férias de Reinaldo Azambuja (PSDB) – entre os dias 25 de janeiro e 3 de fevereiro – no comando do Estado.

Inicialmente ele iria assumir a chefia do Executivo e trabalhar em regime de home office, mas acabou desistindo. Quem o substituiu foi o presidente da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Paulo Corrêa (PSDB).

Zauith teve uma piora no quadro de saúde e optou por se internar em São Paulo, não necessitando ficar em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e nem precisou ser intubado.

Ele está na cidade há uma semana e o hospital em que está internado não foi revelado. Murilo já teve melhora considerável em seu estado de saúde, levando em consideração o quadro em que se encontrava na terça-feira (2). Um dos indicativos dessa melhora é ele já ter conseguindo se alimentar normalmente.

(Fonte: Campo Grande News)