A partir desta quinta-feira (11), Mato Grosso do Sul passa a ter dois horários de toque de recolher, conforme a situação epidemiológica de cada município.

Estará proibida a circulação de pessoas – salvo em razão de trabalho, emergência médica ou urgência inadiável – das 22h às 5h, para os municípios classificados pelo Prosseguir com bandeiras vermelha e cinza; e das 23h às 5h, para os classificados com bandeiras verde, amarela e laranja.

Na prática, os 49 municípios que estão com melhor desempenho no enfrentamento da pandemia irão usufruir de uma hora a menos de toque de recolher. Entre esses municípios estão os cinco na faixa amarela – Coxim, Paraíso das Águas, Rochedo, Jaraguari e Ribas do Rio Pardo – e os 44 na faixa laranja, como Campo Grande, Dourados e Três Lagoas.

Os outros 30 – incluindo Coronel Sapucaia, com bandeira cinza, e 29 com bandeira vermelha – permanecem com toque de recolher às 22 horas. A determinação consta no Decreto 15.604, que foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja e pelo secretário Geraldo Resende (Saúde), e será publicado no Diário Oficial.

Conforme o documento, a restrição valerá por 15 dias, a partir da publicação, prevista para amanhã (11). É possível verificar o status de cada município por meio do site da Secretaria de Estado de Saúde (www.saude.ms.gov.br), na opção Prosseguir.

Criado em junho, o Prosseguir é o principal instrumento de tomada de decisões com os municípios. O programa classifica os municípios em faixas de cores, de acordo com o grau de risco que cada cidade apresenta, e traz recomendações de medidas no âmbito da Saúde Pública, de Serviços Públicos e do Social para nortear os agentes públicos nas ações de combate à propagação da Covid-19.

Vale lembrar que, além do toque de recolher, continuam proibidas atividades que possam acarretar aglomeração de pessoas em espaços públicos e privados de uso coletivo durante os dias 12 a 17 de fevereiro.

 

(Fonte: Portal GOV MS)