Após 35 dias de internação, na luta contra a covid-19, seo Adão e dona Luzia receberam alta do Hospital El Kadri na manhã desta quinta-feira (25). Casados há 37 anos, os dois fizeram valer o ditado “juntos na alegria e na tristeza”. Depois do período turbulento em que permaneceram internados lado a lado no mesmo quarto, o casal fez durar o elo que os ligou durante a recuperação, e também saiu juntinho do hospital.

“Permanecer um ao lado do outro, sentindo a energia e vendo o olhar um do outro, com certeza ajudou para que tudo ficasse bem”, comenta Alessandra Marin Araújo, filha do casal.

A boa notícia foi anunciada pela médica que cuidou do casal durante o período de internação. “Vamos embora para casa?” perguntou a especialista. Ao saber que poderia voltar para casa ao lado do marido,  a alegria tomou dona Luzia Marin de Araújo, que tem 57 anos. “Ela até começou a cantar”, lembra a filha. Já Adão Rodrigues de Araújo, que tem 56 anos, queria levantar da cama no mesmo minuto para antecipar o tão esperado retorno.

Com sentimento de gratidão, a família aproveita o momento para deixar um alerta. “Fiquem em casa e proteja quem você ama.Tenha fé em Deus e mantenha a esperança de que tudo vai dar certo”, finaliza Alessandra.

No período em que ficaram no hospital, Adão e Luzia permaneceram separados por metros de distância. Atendendo a pedido de Luzia, a equipe conseguiu levar seu Adão do quarto 8 para o 14. Dividindo o mesmo espaço, o casal que está junto há quase quatro decadas, também venceu junto a covid-19.

 

(Fonte: Campo Grande News)