Foto: Chico Ribeiro

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), disse nesta terça-feira (20) que o Estado deve ser um dos primeiros a voltar à vida normal com a iminência do fim da pandemia de Covid-19. A declaração foi feita durante agenda em Santa Rita do Pardo, localizada no leste do Estado e distante 266 km da Capital.

“Nosso Estado é o que mais vacinou e com certeza seremos um dos primeiros a deixar para trás essas medidas restritivas e voltar ao normal. Mas claro que com todos os cuidados, porque estamos acompanhando essas variantes. O importante é que Mato Grosso do Sul cumpre seu papel, vacinando e voltando gradualmente com as atividades que são essenciais para o crescimento do Estado”, ponderou.

Relatório da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde) – braço da OMS (Organização Mundial da Saúde) no continente americano – divulgado ontem, segunda-feira (19) apontou que Mato Grosso do Sul é o estado que mais aplica vacinas contra a doença causada pelo novo coronavírus.

O levantamento destaca que das 2.173.950 doses recebidas do Ministério da Saúde, até o dia 15 de junho, 2.115.562 doses foram aplicadas no Estado. O índice de aproveitamento de doses utilizadas foi de 97%, deixando o Estado acima da média nacional de 79%.

Ainda conforme a Opas, o Estado registrou até 18 de julho, 64% da população alvo acima de 18 anos com a primeira dose mantendo o primeiro lugar na listagem. E também ocupa a ponta de destaque para a segunda dose com 40% da população alvo vacinada contra a covid-19.

Boletim epidemiológico divulgado hoje pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) mostrou que Mato Grosso do Sul registrou 261 novos casos de Covid-19 e 32 mortes, totalizando 348.893 confirmações e 8.725 óbitos.

Fonte: Campo Grande News