Caso foi registrado na 1ª DP (Delegacia de Polícia) de Aquidauana (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Dupla, um homem e uma mulher, foi presa em agência bancária de Aquidauana tentando sacar R$ 14 mil e revelou esquema criminoso que conta com a ajuda de funcionários de empresas de empréstimo consignados. As vítimas do grupo de estelionatários eram aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social).

De acordo com o divulgado pela Polícia Civil, as prisões aconteceram na tarde de ontem, depois que funcionários do banco desconfiaram do documento apresentado pelo homem que tentava sacar empréstimo em nome de viúvo que perder recentemente a mulher para a covid-19. O RG era falso e a mulher presa o acompanhava.

Conforme a investigação, “a associação criminosa age após obter dados de aposentados e pensionistas do INSS, contraindo empréstimos não autorizados junto às instituições ofertantes de consignados”. Depois que o valor era depositado na conta corrente da vítima, com documentos falsos, os estelionatários faziam o saque do valor.

A vítima só descobria que havia sido vítima de golpe quando as parcelas do consignado que ela não contratou começavam a ser descontadas.

Para o delegado responsável pelas investigações, Jackson Vale, “várias outras fraudes podem ter sido cometidas pela associação criminosa, que contava com o apoio de representantes de instituições de créditos consignados, para a viabilização dos golpes”. Ele pede que vítimas procurem a polícia.

Os dois presos responderão pelos crimes de estelionato, uso de documento falso e associação criminosa.

Fonte: Campo Grande News