O TJDFT (Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios) considerou que as críticas do empresário Luciano Hang ao Partido dos Trabalhadores (PT) durante as eleições municipais de 2020 fazem parte do livre exercício da liberdade de pensamento, expressão e manifestação.

Hang é dono das lojas Havan e sempre apoiou a candidatura e o governo de Jair Bolsonaro. A decisão foi confirmada na quarta-feira (1º). O PT pediu indenização por danos morais de R$ 10 mil alegando que um vídeo publicado pelo empresário nas redes sociais era ofensivo à ideologia do partido.

O contexto das críticas baseou-se na disputa para a prefeitura das cidades de Vitória e de Cariacica, no Espírito Santo.

Fonte: Midiamax