Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente da República, Jair Bolsonaro, enfim, deve se filiar ao PL (Partido Liberal) no próximo dia 30 de novembro. O partido anunciou no final da tarde desta terça-feira (23), que a reunião de filiação vai ocorrer às 09h30 (MS) em Brasília, no Complexo Brasil 21, região central da capital.

“A definição da data é produto de encontro que, na tarde de hoje, 23, reuniu o presidente da República e o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto”, informou o partido em nota.

A filiação de Bolsonaro ao partido estava prevista para ocorrer no último dia 14 de novembro, mas foi adiada. Na época, o presidente nacional da legenda, Valdemar Costa Neto, disse que que o adiamento foi feito de “comum acordo” entre ele e Bolsonaro.

Em visita oficial aos Emirados Árabes Unidos, o presidente adiantou que não se filiaria ao PL na data marcada alegando haver pendências. Bolsonaro ainda demonstrou insatisfação com acordos regionais, já que há resistências em alguns estados. “A gente não vai aceitar, por exemplo, São Paulo apoiar alguém do PSDB”, disse na ocasião. No estado, o PL é aliado ao governador João Doria (PSDB), que apoiará a candidatura do vice, Rodrigo Garcia.

O presidente está sem partido desde novembro de 2019, quando rompeu o PSL, partido pelo qual se elegeu em 2018. Em 2020, ele tentou formar o Aliança pelo Brasil, sem sucesso.

Fonte: Campo Grande News