Igreja estaria obrigando pastores a fazer a cirurgia - Isto É

A 4ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), de São Paulo, condenou a Igreja Universal do Reino de Deus a pagar uma indenização por danos morais de R$ 100 mil a um pastor. O órgão constatou que houve assédio moral quando o religioso foi obrigado a fazer vasectomia.

Segundo informações, testemunhas do caso relataram à Justiça que a Igreja Universal arca com os custos da cirurgia e obriga todos os pastores a realizá-la. Além disso, os religiosos têm que assinar um documento no qual afirmam que o procedimento foi feito por vontade própria.

Como esse documento não foi apresentado nos autos do processo, a 17ª Vara do Trabalho de São Paulo negou o pedido de indenização apresentado pelo pastor.

O religioso recorreu ao TRT-2, e a relatora do caso afirmou que já havia analisado outro processo semelhante. Segundo ela, a Corte constatou que essa é uma prática recorrente da Igreja Universal.

A relatora destacou que, na época do outro caso, uma testemunha afirmou que um pastor era rebaixado de cargo ou enviado para o exterior caso tivesse filhos.

Espaço está aberto para posicionamento da instituição citada. (*Com informações da Isto É e Top Mídia News)